Prefeitura Municipal de São Miguel do Tapuio - Respeito a nossa gente

Banco do Nordeste lança projeto para fortalecer a Ovinocaprinocultura

O município de São Miguel do Tapuio foi representando no evento pelos membros do Comitê Gestor.

Data de publicação: Quinta, 07/11/2019, 12:01h

Font minus   Font plus
Francisco Alves Banco do Nordeste lança projeto para fortalecer a Ovinocaprinocultura

O Banco do Nordeste, por meio do Programa de Desenvolvimento Territorial (PRODETER), lançou na última terça-feira, dia 29 de Outubro, no plenário da Câmara de Vereadores de Campo Maior, o Plano de Ação Territorial (PAT). Que visa o fortalecimento da Ovinocaprinocultura em alguns municípios do território dos carnaubais.

 

O evento reuniu o gerente da superintendência do Banco Laércio Rodrigues, o gerente da agência de Campo Maior Carlos Washington, representantes de sindicatos de trabalhadores rurais, vereadores e representantes do comitê gestor do projeto nos municípios contemplados.

 

O município de São Miguel do Tapuio foi representando no lançamento do PAT, pelos seguintes membros do Comitê Gestor: Roberto Rodrigues e Esaú Rodrigues, ambos representando o executivo municipal.

 

Segundo o Banco do Nordeste, inicialmente o projeto será aplicado com 75 produtores das cidades de Campo Maior, Castelo, Cocal de Telha, São Miguel do Tapuio e Sigefredo Pacheco. “O programa vai ajudar a desenvolver, melhorar e aumentar a produção de caprinos na nossa região, uma área que grande potencial produtivo”, disse o gerente Carlos Washington.

 

Roberto Rodrigues que é membro efetivo do comitê gestor do município de São Miguel do Tapuio, representando a prefeitura, disse que os produtores que serão atendidos com as linhas de crédito, obedecerão às mesmas regras dos já existentes para esse tipo de financiamento, a diferença é que eles terão atendimento diferenciado de assistência técnica durante três anos.

 

Dentre as ações a serem efetivadas durante os três anos de execução do PAT da Ovinocaprinocultura do Território dos Carnaubais constam incorporação de inovações tecnológicas, assim como participação dos agentes econômicos locais no processo de desenvolvimento.



Mais notícias